quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Imprevisto Matinal!

Saio de casa de manhã, um frio capaz de me gelar os ossinhos todos, entro no azulinho, dou à chave e ele ameaça, ameaça mas não liga.
“Tadinho tá muito frio, eu percebo-te, mas vá liga-te lá que eu tenho de ir trabalhar e já tou atrasada.”
Mais umas tentativas e ele cada vez pior, sem forças.
“Opá uma gripe agora não, vá liga-te lá, não me enerves!”
Mais uma vez e ele já nem forças tem para o primeiro suspiro.
Depois de alguns telefonemas tenho a confirmação, morreu e não foi de frio. Assim à primeira vista e som o mal é da bateria. Como não ficou nada ligado durante a noite, o problema deve ser mesmo velhice, pois o azulinho já não vai para novo.
2ºproblema: Como ir para o trabalho?
Soluções: apanhar 3 transportes e demorar à vontade umas 2 horas a chegar (quem me manda a mim não trabalhar em Lisboa que é servida por todos os transportes existentes), ficar em casa e perder um dia (com o frio era o que apetecia), ou arranjar uma boleia.
Consegui a 3ª, mas só porque a minha irmã é uma querida e até não trabalha muito longe daqui.
Espero que o azulinho fique bom depressa, se antes detestava conduzi-lo agora já não sei viver sem ele.

3 comentários:

disse...

Vou já acender uma velinha pelo azulinho. Já me levou muitas vezes e é carro da minha preferência.

Em honra dele hoje anda tudo azulinho (mas é do frio)!

As melhoras***

Carlota disse...

Deve precisar de comprar qualquer coisa nova :) Tipo uma bateria ;) É assim como as mulheres que precisam de uma roupa nova de vez em quando.

Bomboca disse...

Obrigada Té, é melhor acenderes duas. Uma pelo azulinho e outra pela minha carteira lolol.
Quanto a ser o carro da tua preferência, que remédio :), normalmente não há mais nenhum lolol.

Carlota eu acho que aquilo com um "encostozinho" vai lá, é a minha esperança ;)

Bjinhos achocolatados às duas